Senai e John Deere inauguram moderno centro de treinamento para agroindústria em Goiás

Novo complexo marca aniversário de 72 anos do Senai em Goiás e projeto de modernização do Sistema Indústria - Foto: FIEG / Divulgação

Investimento de R$ 50 milhões em parceria amplia qualificação de mão de obra para o agronegócio

Parceiros de longa data em diversas ações de formação profissional, o Senai Goiás e a John Deere, empresa global de tecnologia que fornece, principalmente, software e equipamentos para os setores agrícola, de construção e florestal, inauguraram segunda-feira (11/03) um novo centro de treinamento em Goiânia, em substituição à antiga estrutura instalada pela empresa na Escola Senai Canaã. 

Com um investimento conjunto de cerca de R$ 50 milhões, o complexo ampliará a capacidade de atendimento em qualificação de mão de obra para a agroindústria – principal cadeia produtiva do Estado –, em ambiente de ensino mais amplo, mais moderno e tecnológico. 

A entrega da nova estrutura às indústrias e à comunidade marca as comemorações de aniversário de 72 anos de atuação do Senai em Goiás, celebrado no dia 9 de março. Também faz parte do projeto de modernização do Sistema Indústria no Estado, em execução desde 2022 e que prevê investimentos de R$ 1 bilhão até 2026 nas escolas das instituições. 

Na abertura do evento, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) e dos Conselhos Regionais do Sesi e Senai, Sandro Mabel falou sobre a importância da parceria com a John Deere para formação de profissionais altamente qualificados, capazes de dar sustentação ao crescimento exponencial do agronegócio em Goiás. 

"A cadeia da agroindústria é o principal motor da economia goiana e tem alta demanda por profissionais que dominem as novas tecnologias. Com esse moderno centro de treinamento, vamos potencializar as ações de formação de mão de obra para suprir esse gargalo e ajudar o setor a aumentar a produtividade. Temos aqui o que há de mais avançado em termos de equipamentos e soluções tecnológicas. É realmente um projeto arrojado, que marca o início de uma nova fase da parceria mantida com a John Deere", destacou.

Sandro Mabel ressaltou também a articulação de parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e o Serviço de Aprendizagem Rural (Senar) para viabilizar a abertura de treinamentos via educação a distância (EaD), inclusive para fazendas com grande quantidade de máquinas. "Também usaremos nossas unidades distribuídas em vários polos produtivos do Estado para ampliar ainda mais a realização de cursos, a exemplo das novas unidades de Rio Verde, Mineiros, Itumbiara, Goianésia".

O dirigente da indústria goiana reiterou apelo aos empresários para contratarem jovens egressos do Sesi e Senai, pela excelência da formação, e citou como exemplo alunos do Sesi Canaã que participaram de festival nacional de robótica em Brasília e conquistaram vaga para mundial em Houston, nos Estados Unidos.

Tecnologia de ponta e sustentabilidade 

Com 5 mil m², o centro de treinamento é o maior da John Deere no Centro-Oeste, abrangendo cinco salas aulas, com capacidade para 160 alunos, laboratórios de agricultura digital e de precisão, além de colheitadeiras automatizadas, pulverizadores com inteligência artificial aplicada e muitas outras tecnologias de ponta, capazes de impulsionar a formação de profissionais altamente qualificados para a rede de concessionárias da empresa e para a comunidade. 

No novo CT, serão oferecidos cursos como mecânico de máquinas agrícolas, eletrônica embarcada, fundamentos e diagnósticos em pulverizadores de defensivos, fundamentos e diagnósticos em colheitadeira de grãos e de agricultura de precisão, entre outros.

Diretor de Assuntos Coorporativos da John Deere América Latina, Alfredo Miguel disse que o centro de treinamento vai gerar oportunidades de capacitação técnica para a comunidade. "Vamos ampliar a formação de profissionais ambientados com as tecnologias de ponta, com o uso de máquinas modernas e precisas, que contribuem para redução de custos, aumento da produtividade e rentabilidade do produtor. Nosso foco é a sustentabilidade dos negócios e resolver o problema de falta de mão de obra tecnológica para a agricultura. E sem a parceria com o Senai não teríamos essa capilaridade para ofertar treinamentos a mais pessoas", observou.

Para o gerente de Treinamento da John Deere Brasil, Emanuel Ritter, a parceria com o Senai reforça o compromisso da empresa de capacitar constantemente a comunidade do agronegócio. "Ao longo dessas mais de duas décadas, quase todos os funcionários de nossa rede passaram pelo Centro de Treinamento de Goiânia, destacando seu legado duradouro na formação profissional. Nesse período, qualificamos mais de 20 mil pessoas, em mais de 100 mil horas de cursos. Estamos confiantes de que essa iniciativa impulsionará ainda mais o desenvolvimento do agronegócio em todo o País. Nossa meta é atender 3 mil pessoas anualmente, com isso, em cerca de três anos, vamos ter treinado mais profissionais do que os 23 anos que estamos instalados aqui", observou.

Atualização tecnológica

Para o diretor de Educação e Tecnologia do Sesi e Senai, Claudemir Bonatto, o complexo vai potencializar o desenvolvimento de competências e talentos, de acordo com as exigências de um mercado cada vez mais tecnológico. "Vamos preparar profissionais com perfil alinhado com as inovações que estão chegando de forma cada vez mais volumosa e acelerada, em equipamentos modernos, para atuação em toda cadeia da agroindústria brasileira", destacou.

Diretora da Escola Senai Vila Canaã, Aliana Calaça, disse que a entrega do novo centro de treinamento é a realização de um grande sonho. "Trabalhamos arduamente para entregar um dos maiores centros de treinamentos, que será referência em todo País na oferta de diversos cursos com selo de qualidade Senai e John Deere."

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás, Pedro Leonardo Rezende, reforçou que os investimentos realizados para implantação do Centro de Treinamento Senai John Deere são fundamentais para o crescimento econômico do Estado, sobretudo para a agroindústria. "Temos o desafio de qualificar cada vez mais profissionais para atender à demanda do setor. E o Senai tem contribuído para o desenvolvimento do agronegócio, que tem sido o grande responsável por todos resultados positivos econômicos que Goiás tem alcançado. A construção desse centro só reforça o compromisso da instituição e da John Deere em ampliar a capacitação de mão de obra para consolidar esse crescimento." 

Participaram do evento o vice-presidente da Fieg André Rocha, o diretor regional do Senai e superintendente do Sesi, Paulo Vargas, o superintendente da Fieg, Lenner Rocha, os presidentes de sindicatos da indústria Célio Eustáquio (Sindienergias), Antônio dos Santos (Siaeg), Elvis Roberson Pinto (Sindicalce), Marcelo de Freitas (Sifaeg/Sifaçúcar), Mário Arruda (Sindirepa), além dos presidentes dos Conselhos Temáticos de Micro e Pequena Empresa (Compem) e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (CDTI) da Fieg, Jaime Canedo e Luciano Lacerda, respectivamente.

A solenidade também foi prestigiada pelo senador Vanderlan Cardoso, o secretário de Indústria e Comércio de Goiás, Joel Sant'anna Braga Filho, que representou o governador Ronaldo Caiado, os vereadores Kátia Maria, Lucas Kitão e Anselmo Pereira, o deputado estadual Charles Bento, o superintendente do Senar Goiás, Dirceu Borges, o vice-presidente da Faeg, Eduardo Veras, o vice-presidente da Fecomércio, Divino dos Santos, o presidente do Sistema OCB/GO, Luís Alberto Pereira, o superintendente de Administração e Finanças do Sebrae Goiás, João Carlos Gouveia, entre outras lideranças classistas e empresariais.

Pela John Deere, participaram o presidente da John Deere Brasil, Antonio Carrere, o gerente de Gestão do Conhecimento John Deere América Latina, Cláudio Trevizan, o diretor de Marketing John Deere América Latina, Rodrigo Bonato, o diretor de Vendas da John Deere Brasil, Marcelo Lopes, e o diretor da fábrica da John Deere em Catalão, Edison Drescher.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper