Goiás lidera inovações no agro e contribui para o crescimento econômico

Caiado, ao lado do Governador do RS Eduardo Leite, fala a produtores rurais no Rio Grande do Sul:
Caiado, ao lado do Governador do RS Eduardo Leite, fala a produtores rurais no Rio Grande do Sul: "agropecuária é sustentáculo da economia" (Foto: Chico Pinheyro)

Agro impulsiona PIB brasileiro com crescimento recorde


A modernização do agronegócio foi destacada pelo governador Ronaldo Caiado durante passagem, na manhã desta segunda-feira (04/03), pela 24ª edição da Expodireto Cotrijal, realizada em Não-Me-Toque, no Rio Grande do Sul. A convite da organização, Caiado visitou os estandes e trocou experiências sobre o desenvolvimento do agro na Região Sul.

"Aqui temos uma agricultura de precisão que é referência, os maquinários mais modernos e tecnologia de ponta que é exportada para todo o Brasil", afirmou.

Durante a solenidade de abertura, Caiado apresentou iniciativas de sucesso em Goiás, caso da Plataforma Ipê, que permitiu a simplificação da emissão de licenças ambientais, e do programa Estadual de Bioinsumos, criado em 2021.

"Nós já temos 13 fábricas de bioinsumos instaladas em Goiás, produzindo de forma sustentável".

O governador também lembrou da relevância do agro brasileiro para o Produto Interno Bruto. Em 2023, o PIB do Brasil cresceu 2,9%, sendo que a alta foi puxada principalmente pela agropecuária que teve recorde de 15,1%.

O governador ainda falou sobre atualizações na legislação sobre construção de barragens, acesso a financiamentos, seguro rural e resultados da economia.

"Goiás cresceu 6,1% no ano passado", disse ao citar o desempenho do estado de acordo com o Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR) no ano de 2023, divulgado pelo Banco Central (BC), o maior nível em 13 anos. A média nacional no mesmo período foi de 2,4%.

EXPODIRETO COTRIJAL

Um dos maiores eventos de agronegócio do mundo, a Expodireto Cotrijal reúne 577 expositores em uma área de 131 hectares. A expectativa é receber 320 mil visitantes até o final da programação, na sexta-feira (08/03).

A abertura da Expodireto Cotrijal no Rio Grande do Sul enfatizou a necessidade de aprimorar as ações de irrigação. O governador Eduardo Leite destacou o financiamento e a legislação como áreas prioritárias, com investimentos de R$ 213 milhões no programa Supera Estiagem e reformas no código de Meio Ambiente.

"O financiamento e a segurança jurídica aos produtores têm sido o foco do governo", disse Leite. Foto: Gustavo Mansur/Secom

O secretário da Agricultura, Giovani Feltes, elogiou a feira como um termômetro do agronegócio gaúcho, enquanto o presidente da Expodireto, Nei Manica, ressaltou a parceria com o governo para desenvolver o campo. 

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, apresentou medidas de apoio aos produtores, incluindo o Plano Safra Nacional e investimentos em logística. Durante a cerimônia, o presidente da Stara, Gilson Lari Trennepohl, foi homenageado na Calçada da Fama do Agro, e projetos de expansão do parque de exposições e construção do primeiro Museu da Agricultura de Precisão do mundo foram apresentados ao governador.

"Nós realizamos a organização com muito carinho e dedicação, para que tenhamos um palco em busca da informação, da tecnologia, inovação e oportunidade de negócios", projetou o presidente da Cooperativa Agropecuária e Industrial (Cotrijal), Nei César Manica. Na última edição, a feira movimentou R$ 7,04 bilhões em negócios.

Além de Caiado, também participaram da cerimônia autoridades como o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Adolfo Brito, o prefeito de Não-Me-Toque, Gilson dos Santos, e o governador Eduardo Leite, que elogiou as ações desenvolvidas em Goiás.

"Caiado traz aqui um exemplo de como a capacidade de produzir e gerar riqueza vem do empreendedorismo, alavancado na medida em que o poder público garante segurança, empréstimos e estradas que permitem escoamento", explicou.

EXPORTAÇÕES DO AGRO

Goiás encerrou o ano de 2023 com arrecadação de US$ 12,1 bilhões em vendas externas de produtos agrícolas, com 21,9 milhões de toneladas exportadas. O produto mais comercializado é a soja, com 62,5% de participação nas exportações.

Nesse sentido, o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, destacou que pretende continuar trabalhando pela abertura de mercados.

"Foram 20 missões institucionais lideradas recentemente pelo Ministério da Agricultura e que resultaram, até esse momento, em 96 novos mercados abertos para a agropecuária brasileira", salientou.

Por Kattia Barreto via Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás | Edição Emerson Tormann

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper