Goiás debate repasse federal para Complexo Oncológico

Rasível dos Santos e demais representantes dos governos de Goiás e federal na reunião (Foto: Marco Monteiro)

O Governo de Goiás deu um passo significativo para o avanço das obras do Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás (Cora) e o funcionamento da primeira etapa desse grande hospital. Na manhã desta terça-feira (19/03), uma equipe da Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), Secretaria-Geral de Governo (SGG) e Procuradoria-Geral do Estado reuniram-se com membros do Ministério da Saúde e da Casa Civil da Presidência da República.

Em discussão, os investimentos no Cora a serem realizados com os recursos provenientes do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC). O Cora é apontado como uma das mais importantes obras do Governo de Goiás. A primeira fase desse grande hospital – que está sendo construído nas proximidades do Aeroporto Internacional de Goiânia Santa Genoveva – é específica para o tratamento de crianças e adolescentes.

COMPLEXO ONCOLÓGICO

Prevista para ser concluída no final deste ano, a área infanto-juvenil contempla, além dos leitos, espaço destinado ao lazer dos pacientes e acomodação para as famílias e ambiência totalmente humanizada e lúdica.

O secretário da Saúde de Goiás, Rasível Santos, informou que a reunião com os representantes do MS e da Casa Civil foi extremamente importante. Além de discutir os investimentos destinados para a aquisição dos equipamentos da área para a assistência de crianças e adolescentes, a equipe conversou sobre os recursos a serem disponibilizados para as fases 2 e 3 da unidade, referentes ao tratamento de pacientes adultos e à prevenção à doença.

Rasível Santos informou que a comitiva de Goiás responsabilizou-se por repassar aos componentes do MS e da Casa Civil do governo federal a listagem dos equipamentos que serão instalados no Cora .

"A equipe do Ministério da Saúde e da Casa civil comprometeram-se a avaliar a nossa solicitação e dar uma resposta em um mês", sublinhou.

A expectativa, conforme afiançou o secretário, é que a ala das crianças e dos adolescentes seja equipada por meio de repasses fundo a fundo – do Governo Federal para o Governo Estadual – e inaugurada em janeiro do ano que vem.

A subsecretária de Inovação, Planejamento, Educação e Infraestrutura da SES-GO, Ana Carolina Rezende Abrahão, destaca que os equipamentos a serem listados para o funcionamento da ala de crianças e adolescentes do Cora vão garantir um tratamento de alto nível aos pacientes.

"Vamos ter equipamentos de ponta para atender crianças e adolescentes de Goiás e mesmo de outros Estados", pontuou.

Por Kattia Barreto via Secretaria da Saúde - Governo de Goiás

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper