Dia Mundial da Saúde Bucal: metade da população brasileira afirma não ir regularmente ao dentista

 


Em 20 de março é celebrado o Dia Mundial da Saúde Bucal, uma data que reforça a importância da prevenção das doenças bucais. Os especialistas recomendam consultas ao dentista pelo menos uma vez ao ano, no entanto, dados do Ministério da Saúde obtidos em parceria com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) indicam que a maioria dos brasileiros não seguem essa recomendação: pelo menos 55% da população afirma não seguir a recomendação.


Entre os principais problemas que essa prática pode causar, está o surgimento da doença cárie. Um estudo feito pela Organização Mundial de Saúde (OMS) mostrou que a condição é o segundo problema mais prevalente no mundo. Atualmente, cerca de 60 a 90% das crianças em idade escolar possuem a doença. 


De acordo com Ilana, é comum que a criança relaxe em períodos de descanso como as férias, onde ela tem uma alimentação pior, ou esquece de escovar os dentes. “Isso pode ser um dos causadores da doença. Quando consumimos alimentos perigosos como doces pegajosos e esquecemos de nos alimentar bem e cuidar da nossa saúde bucal, pode acarretar a doença cárie", explica Ilana.


O ideal é que os pacientes façam manutenções preventivas para que o problema seja visto no início, diminuindo os danos. Além disso, é importante seguir as orientações dos profissionais para cuidarem da saúde bucal em casa. “É preciso fazer uma higiene adequada, uso de pastas de dentes com flúor,  escovas e fio dentais adequados e principalmente de uma alimentação inteligente”, afirma a especialista.


A especialista alerta ainda sobre a importância da prevenção. Muitas vezes o paciente só percebe o problema quando começa a sentir dor, geralmente com a cárie em um estágio mais avançado. “O tratamento enquanto a lesão estiver em forma de mancha é conservador, pois a mancha pode se tornar inativa adotando uma alimentação inteligente, escovação adequada, uso do fio dental, e com a aplicação de flúor feito na consulta preventiva com o odontopediatra.” 

 

 A especialista separou algumas dicas para manter a boca dos pequenos saudável. Confira: 

 

1- Após refeição, escovar os dentes: É importante que após cada refeição seja feita a escovação. Porém, o ideal é que o último alimento ingerido não seja doce, para que a escova não esfregue o ácido do doce no dente;


2 - Transforme em diversão: O momento da escovação precisa ser algo legal e divertido para a criança. Os pais podem pensar em saídas e prazerosas para a escovação: existem no mercado escovas elétricas que funcionam com aplicativos que mostram como a pessoa está escovando, dando inclusive reforços positivos bem interessantes!;


3- Cuide da alimentação: Incentive pelo menos 3 refeições diárias, pois isso ajuda na diminuição do consumo de guloseimas. E inclua na alimentação dos pequenos alimentos protetores, como as castanhas, os queijos e a pipoca de sal; 


4 - Incentive o consumo de frutas:  Na hora da sobremesa, as frutas devem ser sempre priorizadas ao invés dos doces. Além de possuírem nutrientes, são mais fáceis de limpar nos dentes por não serem pegajosas como os doces; 


5 - Faça visitas regulares a um dentista: A consulta com o profissional é fundamental para se detectar possíveis problemas ainda no início, além de estimular as crianças a cuidarem melhor dos dentes. O uso de selantes nos dentes do fundo ajudam a prevenir a doença cárie também!


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper