Dia Mundial da Infância: HCN se destaca como referência em obstetrícia e gestação de alto risco para a população goiana

Com serviços de saúde especializados, a unidade é crucial para garantir a saúde e o bem-estar das gestantes e crianças recém-nascidas

 

Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN) ênfatiza o Dia Mundial da Infância e os cuidados com a mãe e o recém-nascido
Projeto Parto Adequado, com método que permite partos naturais sem dor, para gestantes no Centro Obstétrico do HCN, em Goiás.

Dia Mundial da Infância, celebrado no dia 21 de março, é uma data perfeita para refletir sobre os direitos e o bem-estar das crianças em todo o mundo. Nesse contexto, os serviços de saúde dedicados à infância são essenciais para garantir que cada criança tenha acesso a cuidados médicos de qualidade desde o início da vida.

Referência em obstetrícia e gestação de alto risco, o Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), unidade do governo de Goiás em Uruaçu, conta com Centro Obstétrico, UTI Pediátrica e Neonatal, a fim de garantir acesso à assistência em saúde e o melhor atendimento para as gestantes e crianças dos 60 municípios que integram a macrorregião do centro-norte do estado. Somente em 2023 a unidade realizou mais de 1.100 partos de alto risco.

De acordo com a médica pediatra do HCN, Dra. Carolina Gomes, a ala Neonatal é essencial para o tratamento de recém-nascidos prematuros ou com complicações médicas, oferecendo cuidados especializados que podem salvar vidas e garantir um desenvolvimento saudável para o bebê recém-nascido.

Além disso, a presença de uma UTI Pediátrica em um hospital é vital para garantir atendimento imediato e eficaz às crianças com condições médicas graves ou emergências. Essa unidade oferece suporte especializado e equipamentos necessários para lidar com uma variedade de situações, desde doenças respiratórias até lesões traumáticas, proporcionando o melhor tratamento possível para os pequenos pacientes.

O Centro Obstétrico é outro componente essencial para a saúde infantil, pois oferece suporte durante o parto e o período perinatal, garantindo que as mães recebam cuidados adequados e que os bebês nasçam em um ambiente seguro e controlado. “O nosso centro obstétrico contribui também para reduzir complicações durante o parto e promover um começo saudável para os recém-nascidos”, ressalta Juliana Montalvão, coordenadora do Centro Obstétrico do HCN, unidade administrada pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento - IMED.

 

Centro Obstétrico, UTI Pediátrica e Neonatal

Centro Obstétrico do HCN possui equipe especializada para atendimento de gestantes e recém-nascidos de alto risco e conta com um Pronto-Socorro dedicado à assistência de gestantes e puérperas, além de atender casos ginecológicos e oncoginecológicos, garantindo a individualidade de cada mulher e humanização no atendimento

O Gigante do Norte atende desde o pré-natal da gestante de alto risco até o cuidado intensivo do bebê após o nascimento. Em fevereiro de 2022, foi inaugurada a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica, dedicada ao atendimento de crianças a partir de 29 dias de vida até 12 anos de idade. O espaço conta com dez leitos exclusivos e é destinado ao atendimento de diversas especialidades, entre elas clínicas e cirúrgicas.

Já em maio de 2022, o hospital foi acrescido com uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal com 10 leitos. Integrada a esse espaço, passou a funcionar a Unidade de Cuidados Intermediários Neonatais (UCIN), com mais cinco acomodações. Além disso, o Centro Obstétrico da unidade é estruturado com salas de partos normais e cesarianas e mais um alojamento conjunto (ALCON) com mais 30 leitos.

O HCN conta também com o projeto Parto Adequado que é um método que permite partos naturais (os mais recomendados) sem dor. Ao contrário da anestesia geral, que induz um estado de inconsciência, a peri walking envolve a administração de anestésicos na medula espinhal, de uma forma que resulta na redução significativa da sensação de dor, mas mantém a sensibilidade e, na maior parte dos casos, a quase totalidade da força motora nas pernas, abdome e períneo. A paciente permanece ativa, caminhando e ajustando sua posição conforme necessário, o que é extremamente benéfico já que a movimentação auxilia no progresso do parto.

 

Assessoria de Comunicação do HCN

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper