Conjunto penal de Itabuna e a literatura

 


Resultado de uma Oficina Literária, em parceria com a Corregedoria Geral de Justiça da Bahia, quinze internos do Conjunto Penal de Itabuna criaram textos teatrais a partir de uma ação pedagógica que teve como finalização de projeto a publicação de um livro intitulado A vida em cena – encena.

A atividade está amparada na Lei de Execução Penal (Lei 7.210/84), no artigo 205 da Constituição Federal e também na recomendação do Conselho Nacional de Justiça, em sua Resolução 391/2021, como mecanismo de remição de pena por meio de práticas sociais educativas.

Para o lançamento da obra, ocorrido no dia 18 de janeiro de 2024 na própria unidade, com a presença de familiares e autoridades, chamou atenção o ânimo de todos os participantes, assim como a qualidade autoral de cada um dos textos, que, inclusive, foram lidos para todos os presentes.

A iniciativa mostra a importância das atividades lúdico-pedagógicas em unidades prisionais. Mas não só isso, revela talentos e pensadores em potencial, que precisam ser descobertos. Não para as atividades artísticas, não é esse o foco maior, mesmo que possa ser. Trata-se de dar às pessoas privadas de liberdade a possibilidade de elas mesmas compreenderem que podem, que são capazes, que são donas de suas vidas e destinos e que, com discernimentos e competências, podem progredir.

O Conjunto Penal de Itabuna vem mostrando a importância de uma boa gestão prisional e que, com boa equipe e com bons procedimentos, com um olhar mais direcionado a quem precisa ter, que são as pessoas privadas de liberdade, tudo pode ser melhorado emocional e socialmente.

O livro, para quem quiser saber e conhecer mais das ações literárias da Unidade, pode ser encontrado no site da editora Giostri: www.giostrieditora.com.br (sistema prisional).

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper