Cafés do Brasil exportam o equivalente a 3,6 milhões de sacas de 60kg em fevereiro de 2024

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Receita cambial gerada com exportações de café foi de US$ 757,3 milhões com preço médio de US$ 208,85 por saca, em fevereiro deste ano

Por Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

As exportações dos Cafés do Brasil no mês de fevereiro de 2024 foram equivalentes a 3,6 milhões de sacas de 60kg, volume que representa um expressivo aumento de 49% se comparado com fevereiro de 2023. A exportação de café da espécie arábica ( Coffea arabica ) foi responsável por 77,4% do volume total, ao atingir 2,8 milhões de sacas. E da espécie Coffea canephora (café conilon e robusta), com 570,3 mil sacas, alcançou 15,8% de participação, enquanto o café solúvel representou 6,8% do total, com 247 mil sacas exportadas.

A receita cambial gerada com as vendas dos Cafés do Brasil em fevereiro de 2024 foi de US$ 757,3 milhões, um aumento de 47,2% em relação ao mesmo mês do ano passado. O preço médio da saca foi de U$ 208,85, valor 1,1% menor do que o praticado em fevereiro de 2023.

Em relação ao somatório das exportações dos Cafés do Brasil nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, o volume total atingiu o equivalente a 7,65 milhões de sacas, volume que representou um aumento de 44,9%, se comparado com o mesmo período de 2023. A receita cambial das exportações do café brasileiro registrou aumento de 39,3%, na mesma base comparativa, ao atingir US$ 1,57 bilhão no primeiro bimestre de 2024.

Com relação especificamente aos cafés diferenciados – que são os cafés que têm qualidade superior ou algum tipo de certificado de práticas sustentáveis – o Brasil exportou o equivalente a 1,57 milhão de sacas de 60kg no primeiro bimestre de 2024, perfazendo um incremento de 44,7% em relação a 2023.

Neste mesmo contexto, vale ainda destacar que os cafés diferenciados representaram 20,5% do total exportado dos Cafés do Brasil nos dois primeiros meses deste ano, com uma receita cambial de US$ 356,9 milhões, valor 29,5% maior do que o obtido no primeiro bimestre no ano passado, e equivalente a 22,7% de toda a receita cambial obtida com as exportações brasileiras de café em 2024.

Convém esclarecer que esta divulgação, ora em tela, por meio do Observatório do Café , tem como referência o Relatório mensal de exportações de fevereiro 2024 , do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil - CECAFÉ , o qual divulga mensalmente dados estatísticos do setor cafeeiro brasileiro e internacional, números que estão fundamentando a presente análise do referido Observatório, no âmbito do Consórcio Pesquisa Café , coordenado pela Embrapa Café .

Vale destacar, conforme os dados divulgados pelo Cecafé no relatório em destaque, os dez principais destinos das exportações dos Cafés do Brasil, de janeiro e fevereiro de 2024, num ranking em ordem decrescente. Em primeiro colocado, figuram os Estados Unidos, que apresentou um aumento de 37,2% nas compras dos Cafés do Brasil, na comparação com o mesmo período do ano passado, e continuam como o principal importador com 1,36 milhão de sacas, que correspondem a 17,8% do total vendido no período.

Depois vem a Alemanha, com 1,24 milhão de sacas importadas (16,2%); Bélgica alcançou o terceiro lugar, após um aumento de 118,5% em comparação com o primeiro bimestre de 2023, ao importar 692,3 mil sacas (9%); Itália, na sequência, com 485,6 mil sacas (6,3%); e Japão, na quinta colocação, com 464,1 mil sacas (6%).

Na sequência, na sexta posição, após um aumento de 158,5% no volume de compras no período, vem a China, com 257 mil sacas (3,3%); Países Baixos, em sétimo, com 239,6 mil sacas (3,1%); México, após um expressivo crescimento de 722,2% nas importações dos Cafés do Brasil chegou à oitava colocação no ranking, com 225 mil sacas compradas (2,9%); Reino Unido, se destaca como sendo o nono maior importador do produto com 188,3 mil sacas compradas (2,4%). Por fim, em décimo lugar, figura a Turquia com 184 mil sacas (2,4%).

Assim, além desses destaques, no mesmo contexto em tela, os Relatórios mensais divulgados pelo Cecafé trazem ainda várias informações e análises sobre as exportações brasileiras de café, participação percentual por qualidade nas exportações, principais destinos das exportações de cafés diferenciados, exportações de café por continente, grupo e bloco econômico, portos de embarque das exportações, perfil do consumo mundial de café, participação brasileira nas exportações mundiais de café, dados da balança comercial, entre outros dados que valem a pena serem consultados.

Visite o site do Observatório do Café para ler na íntegra o Relatório mensal fevereiro 2024, do Cecafé, pelo link:

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/images/stories/noticias/2021/2024/Fevereiro/CECAFE_Relatorio_Mensal_FEVEREIRO_2024.pdf

Conheça todo o acervo de publicações da Embrapa Café e faça download gratuito dos arquivos pelo link:

https://www.embrapa.br/cafe/publicacoes

Confira as ANÁLISES (Análises e notícias da cafeicultura) divulgadas pelo Observatório do Café no link abaixo:

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/imprensa/noticias

Consócio Pesquisa Café – Conheça os Atos Constitutivos do Consórcio Pesquisa Café e o seu respectivo Regimento Interno:

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/consorcio/separador2/atos-constitutivos-e-regimentos

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper