Brasil e Alemanha discutem oportunidades de investimento na área de transição energética



Comitiva brasileira, liderada pelo secretário de Economia Verde do MDIC, participa do 10º Diálogo sobre Transição Energética de Berlim, maior evento internacional sobre energia organizado anualmente pelo governo alemão


Com o objetivo de fortalecer a parceria comercial entre Brasil e Alemanha e apresentar as oportunidades de investimentos na área de transição energética, o secretário de Economia Verde, Descarbonização e Biondústria do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Rodrigo Rollemberg, está em Berlim para participar do 10º Diálogo sobre Transição Energética de Berlim (BETD), que acontece entre os dias 19 e 20 (terça e quarta-feira).

Este é o maior evento internacional sobre energia organizado anualmente pelo governo alemão, voltado para a discussão de estratégias governamentais para a transição energética. O foco, neste ano, é a América Latina. Na edição do ano passado, mais de 130 países estavam representados.

Nesta segunda-feira (18/3), Rollemberg participou de um evento prévio promovido pela Embaixada do Brasil em Berlim. O seminário teve como tema "Diversificando as principais cadeias de valor em direção à economia de baixo carbono: oportunidades para parcerias entre Brasil e Alemanha" e reuniu representantes de vários setores dos dois países.

Durante a abertura, o secretário afirmou que o Brasil é um parceiro importante para a descarbonização do planeta. "Somos o país com a maior biodiversidade do planeta, grande disponibilidade de biomassa, temos uma matriz energética limpa e uma matriz elétrica limpíssima, além de ter abundância de água e democracia", afirmou Rollemberg. "E queremos cooperar com todos os países", finalizou.

Em seguida, o secretário participou do painel "Investimentos sustentáveis e oportunidades de financiamento climático entre Brasil e Alemanha". Com representantes da Agência Alemã de Energia (dena), da Federação das Indústrias Alemãs (BDI), na Confederação Nacional da Indústria (CNI), do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) e do Banco de Desenvolvimento kfW, o porta-voz brasileiro ressaltou o grande potencial nacional na produção de hidrogênio de baixo carbono e SAF (Sustainable Aviation Fuel) e afirmou que o objetivo do MDIC e do Governo Federal é incentivar a indústria nacional para que o Brasil passe a ser fornecedor não só da matéria-prima, mas dos produtos manufaturados.

A agenda na capital alemã continua até quarta. Além do evento principal do 10º Diálogo sobre Transição Energética de Berlim, o secretário participará de reuniões bilaterais com representantes do governo alemão e de outros países, como Dinamarca e Reino Unido; e terá encontros com empresários do setor de energia.

Por Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper