Governo brasileiro participa da 55ª sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU, na Suíça

Sede das Nações Unidas - Foto: Violaine Martin / ONU

A partir de segunda-feira (26), o Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania abordará a criação do Estado palestino e condenará mais uma vez a escalada da violência na Faixa de Gaza


Por Yara Aquino - Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC)

O ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), Silvio Almeida, viaja neste fim de semana a Genebra, na Suíça, para participar do Segmento de Alto Nível da 55ª sessão do Conselho de Direitos Humanos. O evento da Organização das Nações Unidas (ONU) ocorre entre segunda-feira (26/02) e quarta-feira (28/02) e reunirá chefes de Estado, de Governo e ministros e vice-ministros das Nações que compõem o Comitê de Direitos Humanos.

No primeiro dia do evento (26), o ministro discursará na abertura da sessão, momento em que apresentará a visão do governo brasileiro a respeito do conflito na Faixa de Gaza. Em ocasiões recentes, Silvio Almeida defendeu o fim da escalada da violência e do ciclo de mortes que tem ceifado a vida de pessoas inocentes, mulheres e crianças.

Já na terça-feira, dia 27, Almeida participará de um workshop sobre Infraestruturas Digitais e o Futuro da Democracia, a partir das 10 horas, no horário local. O horário de Brasília está a quatro horas atrás do de Genebra.

Em outubro de 2023, o Brasil foi novamente eleito para o Conselho de Direitos Humanos da ONU, e ocupará o sexto mandato fixo no órgão durante o período 2024-2026.

Paralelamente às agendas, o representante do governo brasileiro na 55ª Sessão deve participar de reuniões bilaterais com a ministra das Relações Exteriores da Alemanha, Annalena Baerbock; o ministro das Relações Exteriores, União Europeia e Cooperação da Espanha, José Manuel Albares Buenos; o ministro das Relações Exteriores do Chile, Alberto van Klaveren; com a ministra das Relações Exteriores da Bolívia, Celinda Sosa Lunda; com a ministra das Relações Internacionais e Cooperação da África do Sul, Grace Naledi Mandisa Pandor; com a ministra da Justiça e dos Assuntos Constitucionais e Religiosos de Moçambique, Helena Mateus Kida; entre outros.

A chefe da Assessoria Especial de Assuntos Internacionais III, Clara Martins Solon e o chefe da Assessoria Especial de Comunicação Social, Ruy Felipe Fiquene Conde, fazem parte da delegação brasileira no encontro internacional.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper