Evento debate Programa de Pesquisa Científica na UnDF

O evento faz parte das ações de implantação e de divulgação do Programa de Pesquisa Científica na UnDF | Foto: Divulgação/UnDF
O evento faz parte das ações de implantação e de divulgação do Programa de Pesquisa Científica na UnDF | Foto: Divulgação/UnDF

Iniciativa começou nesta quarta-feira (21), no auditório do Campus Norte, com a presença de professores, estudantes e convidados. Atividades ocorrerão nos meses de março e abril


Por Agência Brasília* | Edição: Igor Silveira

Para celebrar a abertura da Iniciação Científica na Universidade do Distrito Federal Professor Jorge Amaury Maia Nunes (UnDF), a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG), em parceria com grupo de Planejamento constituído pelos docentes Carolina Ramos, Luís Guilherme Resende, Louis de Freitas e Otávio Souza, realiza entre os meses de fevereiro e abril deste ano, no Campus Norte da instituição, uma série de atividades referentes ao 1º Ciclo de Diálogos e Formação em Pesquisa da UnDF.

O evento faz parte das ações de implantação e de divulgação do Programa de Pesquisa Científica na UnDF, viabilizado por meio das publicações da Resolução nº 15/2023 e do 1º edital de iniciação científica com a oferta de 30 bolsas de pesquisas no valor de R$ 700 cada, lançado em 16 de fevereiro deste ano.A abertura do ciclo de diálogos ocorreu nesta quarta-feira (21) e contou com as participações da reitora pro tempore da UnDF, Simone Benck; da pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Fabiana França; da presidente da Comissão de Avaliação Técnico-Científica, professora Larissa Araújo Matos; e do coordenador de Tecnologia e de Inovação da Fundação de Apoio à Pesquisa (FAPDF), professor Gilmar Marques.

Em sua fala, Marques informou aos docentes e estudantes que, em março, o órgão lançará os novos editais de 2024. "A FAPDF será parceira do projeto de iniciação científica da UnDF, dos professores e dos estudantes da instituição", reforçou.

Desafios e perspectivas

Após a cerimônia de abertura, o professor Sérgio Ronaldo Granemann, diretor de Fomento à Iniciação Científica da Universidade de Brasília, proferiu palestra sobre o tema Desafios e Perspectivas da Iniciação Científica na Universidade. À frente da coordenação dos programas desenvolvidos pela instituição no campo da iniciação científica, Granemann falou sobre a evolução dos programas institucionais de bolsas de pesquisa, objetivos, formas de fomento e de relacionamento entre as instituições. Ele explicou ainda que os editais de iniciação científica são elaborados com base em consulta ao Comitê Institucional Gestor, o qual é constituído por equidade de professores das três grandes áreas de conhecimento da UnB: Ciências da Vida, Ciências Humanas, Ciências Exatas e Tecnológicas.

Durante a palestra, o diretor de Fomento à Iniciação Científica da UnB parabenizou a UnDF pela iniciativa. "Hoje, eu tive o prazer de estar com toda a comunidade acadêmica e administrativa da UnDF e tive um belo debate com pessoas que estão motivadas para começar o projeto de iniciação científica na instituição", destacou. "Acho que é o primeiro caminho para se consolidar um modelo de pesquisa, motivando professores que devem participar desse programa e também estudantes que, além de desenvolver pesquisas, vão ter uma fonte de renda adicional. Isso é muito importante e vão ter um desempenho de muito mais qualidade na graduação do que se não estivessem desenvolvendo iniciação científica. Então, eu recomendo e estou à disposição para ajudar e participar. Acho um belo projeto da UnDF. Parabéns a todos", concluiu Granemann.

Expectativa

As estudantes do curso de Gestão Ambiental Maiara Esteves, Marina Raposo e Anelize Gehres participaram da abertura do 1º Ciclo de Diálogos e Formação em Pesquisa da UnDF. "Achei bem interessante ter esse incentivo para fazer as pesquisas. A gente já tem uma matéria que é sobre projetos e ter esse apoio a mais é muito bom", ressaltou Maiara Esteves sobre a bolsa de iniciação científica no valor de R$ 700. Já Marina Raposo acredita que a bolsa ajudará os estudantes que precisam trabalhar. "Esta bolsa é uma oportunidade para focar apenas em estudar", argumentou.

Animada com a iniciação científica, Anelize Gehres pretende desenvolver o seu projeto de pesquisa na área ambiental. "Quero seguir alguma linha relacionada a animais. Realmente é muito gratificante essa oportunidade que a gente está tendo de continuar os nossos estudos. Espero conseguir a bolsa", ressaltou.

Edital de iniciação científica

O 1º Edital de Iniciação Científica foi lançado em 16 de fevereiro e é destinado aos estudantes matriculados nos cursos de graduação da UnDF e de suas escolas vinculadas. São oferecidas 30 bolsas de pesquisa pelos Programas Institucionais de Iniciação Científica (PIC) e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pidti). O valor mensal da bolsa a ser pago por projeto selecionado é de R$ 700.

Todas as informações sobre o edital e formulários estão disponíveis no site da UnDF.

Confira a programação

As atividades do 1º Ciclo de Diálogos e Formação em Pesquisa prosseguirão nos meses de fevereiro, março e abril.

Dias 22 e 29/2
Apresentações dos grupos de pesquisa da UnDF, da Escola Superior de Ciências da Saúde e da Escola Superior de Polícia Civil.

Dia 12/3
Curso de Extensão "Introdução à Pesquisa Científica"
Carga horária: 40h
Público: Estudantes da UnDF e suas escolas integradas e estudantes do ensino médio.

Dia: 23/4
Encerramento com mesa redonda
Tema: Perspectiva de Ética na Pesquisa

Todos os eventos serão realizados no Campus Norte da UnDF.

*Com informações da UnDF

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper