A união da Contabilidade e o Marketing no mercado das Pequenas e Médias Empresas voltados para o ESG

 

Priscilla Helena Afonso Ejzenbaum*

O termo ESG (Environmental, Social and Governance) surgiu há alguns anos e já tem se tornado prioridade no mundo dos negócios por estar embasado nas práticas ambientais, sociais e de administração de uma empresa.

Focado em suprir essa expectativa que a sociedade acaba tendo sobre o futuro do universo corporativo – evidenciado pela força que o ESG vem tomando-as Pequenas e Médias Empresas (PMEs), as quais focaremos neste momento, têm se adequado a um modelo mais sustentável e responsável.

E nesse esforço em assumir pautas sensíveis como as propostas pelo ESG, a assertividade nas ações das PMEs é crucial, portanto, um dos setores mais relevantes, o da contabilidade, acaba ganhando um dos papéis de protagonismo no desenvolvimento do ESG, avaliando através de relatórios em como ele está sendo implementado e o impacto disso na organização, além de trazer informações acerca da transparência financeira da empresa.

Para tornar o tema mais compreensível, será abordado um exemplo de uma empresa que viu na união da contabilidade com o marketing, um retorno surpreendente.

A ‘ModaConsciente’, uma loja de roupas sustentáveis, tratava a contabilidade como uma mera formalidade. Mas, ao integrar o conhecimento contábil em suas estratégias de produtos ESG, a empresa não só ampliou seu faturamento, como também elevou seu valor de marca a novos patamares.

O contador da ‘ModaConsciente’ desempenhou um papel fundamental na identificação de vantagens legais e fiscais associadas a produtos ESG. Com essa expertise, a empresa conseguiu reforçar seu propósito de sustentabilidade e atrair uma base de clientes que valoriza práticas responsáveis. Essa abordagem não apenas desencadeou uma série de ações comerciais e de marketing bem-sucedidas, mas também gerou um engajamento significativo, tanto de clientes leais quanto de novos curiosos pela marca.

Além do aumento direto no faturamento, essa estratégia contábil e de marketing permitiu que a ‘ModaConsciente’ reconhecesse o valor de sua marca como um ativo importante - algo que não havia sido plenamente contabilizado antes. Com essa nova percepção, a empresa explorou outras possibilidades de negócio, expandindo seu alcance e impacto no mercado.

A experiência da ‘ModaConsciente’ ilustra como a contabilidade, quando aplicada estrategicamente, pode ser uma alavanca poderosa para o marketing e o crescimento da marca. A integração do conhecimento contábil nas estratégias de produtos ESG não apenas melhorou o desempenho financeiro, mas também transformou a marca em um ativo valioso, abrindo caminho para novas e excitantes oportunidades de negócio.

É preciso enfatizar em como a expertise contábil, aplicada em estratégias de produtos voltados para o ESG, pode impulsionar o marketing, engajar clientes e, por fim, aumentar o valor e as possibilidades da marca no mercado e que sem a participação de um profissional da contabilidade as informações acerca do ESG que precisam ser implementadas junto ao gestor acabam se tornando ineficazes para a transparência e desenvolvimento do negócio.

 

*Priscilla Helena Afonso Ejzenbaum é bacharel em Direito pelas Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) com quase 30 anos de experiência em direto e contabilidade, é fundadora da ContábilHUB, assessoria especializada em serviços contábeis e de gestão financeira desburocratizados e digitais para pequenas e médias empresas.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Comper