Novembro registra produção recorde de óleo e gás no Brasil

A instalação com maior produção de petróleo e gás natural foi a FPSO Guanabara na jazida compartilhada de Mero (Foto: Cortesia/Modec)

A instalação com maior produção de petróleo e gás natural foi a FPSO Guanabara na jazida compartilhada de Mero (Foto: Cortesia/Modec)

Produção de óleo e gás apresentaram aumento de 18,8% e 15,5%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2022


Por Gabriel Chiappini - EPBR

RIO – A produção nacional de petróleo e de gás natural voltou a bater recorde mensal em novembro, segundo boletim da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgado nesta quinta (28/12). 

O mês registrou um volume de 3,678 milhões de barris por dia (MMbbl/d) de petróleo, um crescimento de 3,8% na comparação com o mês anterior e de 18,8% em relação a novembro do ano passado.

Já a produção de gás natural foi de 162,12 milhões de metros cúbicos por dia (MMm³/d), um aumento de 6,3% frente a outubro de 2023 e de 15,5% na comparação com novembro de 2022.  

Maior parte vem do pré-sal

O crescimento da  produção total de petróleo e gás natural é sustentado pelo pré-sal, que correspondeu por 76,3% da produção brasileira no período, chegando a 3,585 milhões de barris de óleo equivalente por dia retirados. Sendo 2,825 milhões de barris diários de petróleo e 120,83 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural por meio de 150 poços. 

O número representa um aumento de 4,2% em relação ao mês anterior e de 20,9% na comparação com o mesmo mês de 2022.  

Veja as 10 plataformas de petróleo com maior produção

Os campos operados pela Petrobras, sozinha ou em consórcio com outras empresas, foram responsáveis por 88,77% do total produzido no país. 

O destaque ficou com o campo de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, que manteve o posto de maior produtor de petróleo e gás, registrando 887,16 mil bbl/d de petróleo e 43,87 milhões de m³/d de gás natural. 

A instalação com maior produção de petróleo e gás natural foi a FPSO Guanabara na jazida compartilhada de Mero, com 179,516 mil bbl/d de petróleo e 11,63 milhões de m³/d de gás. 

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper