Mais de 40 famílias no Recanto das Emas conquistam casa própria

O investimento, realizado pelo Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), na primeira etapa, foi de mais de R$ 63 milhões
O investimento, realizado pelo Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), na primeira etapa, foi de mais de R$ 63 milhões - Foto: Divulgação/Codhab-DF

O GDF entregou 42 novas residências para que moradores da região pudessem sair do aluguel; empreendimento foi construído em parceria com 24 associações e cooperativas


Por Catarina Loiola - Agência Brasília* | Edição: Igor Silveira

Quarenta e duas famílias receberam um presente especial de fim de ano. O Governo do Distrito Federal (GDF) entregou, no dia 19 deste mês, as chaves das unidades habitacionais da área residencial Remas, nas quadras 117/118 do Recanto das Emas. A Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF) desenvolveu o empreendimento em parceria com 24 associações e cooperativas. As primeiras entregas ocorreram em 2021, já beneficiando cerca de 600 pessoas.
Os valores variam entre R$ 99 mil e R$ 127 mil. Em sua totalidade, o local contará com 530 moradias, dividido em 24 conjuntos, assim, abrigando mais de 2 mil pessoas

"Nosso objetivo é entregar o que vocês precisam. Quando a gente está entregando, não é apenas uma chave, mas a realização de um sonho", disse o diretor-presidente da Codhab, Marcelo Fagundes. "Agradecemos por participar deste momento. Esperamos que cada um tenha muita felicidade, paz e que esses imóveis possam ser transferidos a seus filhos e netos", acrescentou.

O empreendimento, agora, conta com 202 famílias contempladas. Os valores variam entre R$ 99 mil e R$ 127 mil. Em sua totalidade, o local contará com 530 moradias, dividido em 24 conjuntos, assim, abrigando mais de 2 mil pessoas. "É uma satisfação ver a emoção de uma família recebendo a chave e esperamos que tenhamos muito mais momentos como esses", avalia o representante das cooperativas responsáveis pelo residencial Remas, Joaquim Rodrigues Siqueira.

O empreendimento conta com 202 famílias contempladas | Foto: Divulgação/Codhab-DF
O empreendimento conta com 202 famílias contempladas | Foto: Divulgação/Codhab-DF

Carlos Dalvan, administrador regional do Recanto das Emas, conta que cresceu acompanhando o desenvolvimento da cidade e diz que, antigamente, as casas não eram entregues com a infraestrutura que possui o empreendimento. "Nós conhecemos a história e ruas dessa cidade, sabemos que essa região passa por um momento de grande transformação, o nosso governo vem lutando dia após dia pelo Recanto das Emas", pontuou. "Estamos trabalhando para construir aqui equipamentos como quadra poliesportiva, parquinhos infantis, de ginástica. A nossa missão é preparar a cidade para receber essas pessoas com o serviço público da melhor forma possível", concluiu.

Sonho realizado

Cada uma das casas do residencial tem 51,44 m², divididos entre dois quartos, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e uma vaga de garagem. O espaço será muito bem aproveitado pela autônoma Sheila Pereira Moraes, 27 anos, que morará no local com o marido e o filho de 9 anos. Ela conta que a entrega da casa será positiva para as contas da família, uma vez que sairão do aluguel, e para a realização de mais um sonho – o de ter mais um filho.

"Essa casa é bem grande para nós. Meu filho está bem feliz que terá um quarto só para ele e nós queremos construir mais um, no futuro, porque queremos aumentar a família", diz ela, que esperou dois anos para receber as chaves. "Estamos muito felizes com a localização também, porque minha família inteira mora aqui no Recanto. É um presente de Natal muito bom", completa.

Já o eletrotécnico Lúcio Ribeiro Moura, 30, levou 13 anos para conquistar a casa própria. "Por todo esse tempo fiquei aguardando ser contemplado e, finalmente, neste governo eu consegui", celebra ele, que mora de aluguel. O dinheiro que será economizado mensalmente será destinado a outros objetivos de Lúcio. "Gostaria muito de ir ao Rio de Janeiro para conhecer o litoral, aos lençóis maranhenses, e acho que vai dar certo", revela.

Quem também está contente com a entrega é a moradora Ana Batista, 54 anos, que estava residindo em Brazlândia. Ela conta que morou por muitos anos no Recanto das Emas e está muito feliz de poder voltar para a região dessa forma. "Hoje, graças a Deus, nós conseguimos. É muita emoção, felicidade e só tenho a agradecer a todos que fizeram parte deste processo", afirmou.

O investimento, realizado pelo Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), na primeira etapa, foi de mais de R$ 63 milhões. Além das obras de habitação, o GDF também realizou toda a infraestrutura em volta do empreendimento, obras de água, esgoto, drenagem pluvial, energia e iluminação pública.

*Com informações da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF)

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Comper