Bancado pela China, Agro brasileiro dribla americanos e consolida liderança global

Plantação de soja - Foto / Divulgação

Brasil se torna líder global no agronegócio com apoio da China, superando os Estados Unidos


Por Caroline Saiter - DCM

O Brasil está se consolidando cada vez mais como o maior exportador agrícola do mundo, anteriormente dominado pelos Estados Unidos, devido ao fortalecimento das relações comerciais com a China, um dos maiores importadores mundiais de commodities agrícolas. A informação é do Global Times.

Esse avanço é impulsionado pelo desejo chinês de diversificar suas fontes de abastecimento para garantir a segurança alimentar. Embora os Estados Unidos continuem sendo uma fonte importante de commodities agrícolas para a China, as tensões geopolíticas estão levando o país asiático a intensificar esforços de diversificação para reduzir riscos associados às restrições comerciais lideradas pelos EUA.

De acordo com um relatório da Bloomberg divulgado na última quarta-feira (20), o Brasil superou os Estados Unidos como principal fornecedor de milho para a China, representando 40% das importações totais de milho no país asiático nos primeiros 11 meses do ano.

As exportações brasileiras de soja para a China também ultrapassaram aos dos EUA, alcançando um recorde de 64,97 milhões de toneladas, enquanto as exportações do país norte-americano para a China caíram 8%.

Esse crescimento nas exportações de milho e soja reflete a crescente competitividade do país no comércio agrícola internacional. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desempenha um papel ativo nesse cenário, buscando fortalecer as relações econômicas com a China.

Acordos comerciais e iniciativas, como transações em moedas locais entre China e Brasil, evidenciam a aproximação entre os dois países.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos