Adolescentes, que passam mais de 3 horas em frente às telas, têm maior incidência de dores nas costas

 

No mundo contemporâneo, onde a tecnologia desempenha um papel central na vida cotidiana, o uso excessivo de dispositivos eletrônicos por crianças e adolescentes têm levantado preocupações sobre os impactos na saúde. Entre os principais problemas, destaca-se a má postura durante longas horas diárias de uso de celulares, tablets e computadores.

A postura inadequada ao utilizar dispositivos eletrônicos pode levar a uma série de malefícios para a saúde da coluna vertebral em crianças e adolescentes. Um estudo financiado pela FAPESP, publicado na revista científica Healthcare, identificou diversos fatores de risco associados ao desenvolvimento de dores na coluna, entre estudantes de 14 a 18 anos. O estudo avaliou 1.628 estudantes matriculados no primeiro e segundo ano do ensino médio, e os resultados revelaram uma prevalência de 38,4% de dor no meio das costas (thoracic back pain, ou TSP).

A TSP é comum em diferentes grupos etários na população mundial, afetando de 15% a 35% das crianças e adolescentes. O Dr. Tadeu Gervazoni, especialista em coluna no Grupo Spine, alerta: “O uso prolongado de telas, a proximidade inadequada entre os dispositivos eletrônicos e os olhos, as posturas deitada de prono (de barriga para baixo) e sentada, inclinação excessiva para frente, pescoço curvado e a ausência de apoio lombar são comportamentos que podem resultar em dores agudas, desconforto crônico e, em casos mais graves, contribuir para problemas de vícios posturais e alteração do equilíbrio da coluna vertebral.”


As dores na coluna não trazem apenas um desconforto momentâneo; elas têm o potencial de impactar negativamente o desenvolvimento físico, emocional e social dos mais jovens. “A concentração na escola pode ser comprometida, a qualidade do sono reduzida e, em casos extremos, a postura inadequada pode contribuir para o surgimento de problemas psicossociais”, explica Tadeu.


É muito importante conscientizar pais, educadores e os jovens sobre a importância de manter posturas adequadas durante o uso desses dispositivos. “Educar crianças e adolescentes sobre a importância da postura correta durante o uso de dispositivos eletrônicos é o primeiro passo para a prevenção. Estabelecer pausas regulares, praticar exercícios de fortalecimento muscular e garantir que o ambiente de uso dos dispositivos seja ergonomicamente amigável, com cadeiras e mesas ajustáveis, são atitudes que podem contribuir significativamente para a prevenção de dores na coluna”, compartilha o especialista do Grupo Spine.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos