Saúde Financeira na Expansão dos Negócios: Como Crescer e Prosperar?

 

Priscilla Helena Afonso Ejzenbaum*

Fazer uma empresa escalar sem aumentar gastos operacionais é um tema que gera um interesse coletivo dos que estão no processo de criação ou expansão dos seus negócios. Afinal, todo mundo quer crescer e o medo do novo ou do início, levam muitos a investirem pouco em seus negócios, de forma tímida, esperando lucrar mais do que gastar.

 

É claro que em um mundo corporativo cada vez mais competitivo, os desafios que as organizações enfrentam em relação ao desenvolvimento são grandes. Mas como alcançar essa expansão, crescer e prosperar? A resposta é simples: cuidar sempre, prioritariamente da saúde financeira do seu negócio.

 

Essa atenção especial com a saúde financeira de uma empresa pode se dar por diversas formas, no entanto, é bom frisar que o crescimento de uma empresa não está atrelado somente ao aumento da receita, apesar de esse ser um fator importante, mas também em como é administrado os negócios, o quão comprometido o empresário é em gerir isso de forma eficaz com os recursos disponíveis.

 

Por isso, é crucial entender o mercado e as necessidades dos clientes do nicho correspondente a empresa, investir em pesquisas de mercado, inovação e desenvolvimento de produtos, no excelente atendimento ao cliente - principalmente realizando pesquisa de pós-venda para entender qual a satisfação dos clientes com o produto ou serviço do negócio – além de estabelecer parcerias estratégicas e investir em presença on-line (sim, o futuro está no digital).

 

Esses são alguns dos passos fundamentais na construção de uma marca forte e na conquista da fidelidade do cliente que irão proporcionar uma vantagem significativa da uma empresa dentro do vasto mundo dos negócios.

 

A escalabilidade - capacidade de uma empresa de se sustentar e manter bom desempenho, mesmo em meio ao aumento das vendas – é outro fator de extrema importância para a saúde financeira de um negócio. Automatizar os processos (inserção de ferramentas para gerir melhor as demandas de todo a equipe da empresa), adotar tecnologias e investir em treinamento para todo o time, sem acepção de cargo ou função - afinal, nunca é tarde para aprender mais, se especializar, entender mais sobre os processos e o que o mercado deseja – são fatores que podem aumentar a produtividade sem crescer os custos operacionais e garantir, a escalabilidade da empresa.

 

Outro ponto importante é: impossível no mundo corporativo como um todo, não falar sobre Planejamento Estratégico e Financeiro. Processos cruciais para o crescimento e para manter a estabilidade a longo prazo. Os planejamentos são extremamente importantes e obrigatórios. Isso envolve uma gestão financeira cuidadosa, incluindo a manutenção de reservas de emergência, eficiência na administração do fluxo de caixa e o controle rigoroso dos custos.

 

O Planejamento Estratégico de uma empresa deve incluir previsões e metas futuras dentro de um prazo estipulado, claro, com metas realistas, tangíveis.

 

Já para o Planejamento Financeiro, é necessário inserir tudo voltado a receita da empresa, como: entrada e saída de valores, fluxo de caixa, controle de despesas, precificação de produtos, construção um capital de giro e uma reserva de emergência e acompanhar métricas de desenvolvimento financeiro da empresa, como: lucratividade e rentabilidade.

 

Durante esses planejamentos e consecutivamente avaliações, análises sobre a saúde da empresa, talvez verifique-se gastos que podem ser cortados na empresa. Criar uma categoria para ter maior controle deles, como: quais setores e quais os produtos e/ou serviços os gastos são maiores ou menores, pode ser muito positivo.

 

Por isso, contratar uma assessoria de contabilidade para gerir a parte financeira de uma empresa, e assim, ter alguém para cuidar da saúde e boa estabilidade dos negócios pode ser muito eficaz para que o empresário tenha tempo para focar e outras demandas, outros processos. É um investimento necessário, principalmente para quem não entende do assunto ou não consegue administrar o setor contábil da empresa.

 

A saúde financeira de um negócio não pode ser vista apenas como um número, mas sim, um importante indicador da capacidade da empresa em prosperar e criar um impacto duradouro no mercado, alcançar a tão sonhada estabilidade que muitos empresários buscam. Por isso, ao adotar práticas financeiras sólidas, os empresários podem não apenas alcançar a expansão desejada, mas também garantir que essa expansão seja sustentável a longo prazo.

 

*Priscilla Helena Afonso Ejzenbaum é bacharel em Direito pelas Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) em 1995, cursou ciências contábeis e processamento de dados, sendo sócia fundadora da  Afonso & Ejzenbaum Advogados, acompanhando  de perto a jornada empreendedora de seu pai com a Contábil Bandeirantes para em 2020 criar a Contábil Hub, com  know how e reputação em contabilidade de mais de 50 anos da Contábil Bandeirantes e  proposta de se tornar uma plataforma 360º de soluções de gestão e contabilidade online para os pequenos e médios empreendedores.

www.contabilhub.com.br

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos