LBV e Salve a Si unem forças para alimentar e aquecer quem mais precisa

 

    Créditos: José Gonçalo/LBV

Para amenizar o sofrimento de milhares de famílias que estão vulneráveis devido aos efeitos da pandemia, do alto custo de vida e das baixas temperaturas no período de estiagem na capital federal, a Legião da Boa Vontade (LBV) continua atuando na mobilização de recursos para a garantir a entrega de doações (cestas de alimentos não perecíveis e cobertores) a famílias atendidas em suas duas unidades no Distrito Federal e às que são amparadas por organizações parceiras.

 

Além disso, a LBV, em parceria com instituições e órgãos municipais que já atuam no atendimento às populações em situação de rua, fará a distribuição de 500 Kits Aquecer (cada kit é composto por um par de luvas de lã, 1 par de meias de cano longo de lã e 1 gorro ou um cachecol).

 

Na última, quinta-feira, 07/07, a LBV em parceria com a Salve a Si (instituição que atua no tratamento gratuito para dependentes químicos no DF e Goiás), levou Esperança e Solidariedade à moradores em situação de rua no centro da capital. Foram oferecidos aos atendidos, banho quente, cortes de cabelo, água potável, suco, refeições quentes, além de peças de roupas, agasalhos, cobertores e é claro a distribuição do kit aquecer composto por um par de luvas, 1 par de meias e 1 gorro). A ação solidária aconteceu nos arredores do Hospital de Base no centro de Brasília e beneficiou cerca de 100 pessoas em situação de rua.

 

“A Salve a Si é uma é uma entidade filantrópica, um instituto que acolhe, assiste, trata, reinsere, repara, desintoxica, alfabetiza, capacita profissionalmente com tratamento especializado pessoas com dependência química grave, principalmente as pessoas que vem em situação de rua. Nós somos duas comunidades terapêuticas uma masculina e uma feminina, são mais de 14 anos acolhendo e tratando pessoas gratuitamente para devolver para a sociedade coibindo a recaída um novo ser liberto da dependência química com todas suas áreas renovadas, física, mental, social, financeira, profissional, moral e também a espiritual. A importância da Salve a Si somar forças com a LBV é maravilhosa, isso já acontece a muitos anos a mais de uma década que a LBV nos apoia, realizamos vários eventos juntos tanto dentro da instituição e agora aqui pela primeira vez na rua com a gente direto. A LBV sempre nos forneceu alimentos, materiais de higiene, roupas para que a gente pudesse atender a população de rua e também os nossos acolhidos e nossas acolhidas nas duas instituições, mas hoje a LBV está vindo na rua com a gente para ajudar a gente a cuidar de nossos iguais que estão aqui ainda em situação de rua porque a gente sabe que isso é provisório, Deus tem uma casa para todos nós. Eu quero muito agradecer do fundo em nome de toda minha equipe de voluntários, colaboradores e todos os nossos membros, porque hoje se a gente está conseguindo alimentar melhor, cuidar melhor das pessoas é graças aos colaboradores, doadores e voluntários da LBV que estão com a gente aqui hoje”. Declarou Henrique França, diretor e fundador da Salve a Si.         

 

Ao longo das últimas seis décadas, uma multidão de excluídos foi se instalando nos arredores de Brasília. São desempregados, trabalhadores informais e pessoas com baixas remunerações formando um verdadeiro cinturão de pobreza carente de políticas públicas mais eficientes.

 

Um levantamento realizado em fevereiro deste ano, nas 33 regiões administrativas do DF pela Companhia de Planejamento (Codeplan) apontou que o Distrito Federal tem 2.938 pessoas em situação de rua.

 

    Créditos: José Gonçalo/LBV

SOLIDARIEDADE

Além de todo o trabalho que realiza diariamente em suas 82 unidades socioeducacionais no país, a LBV desde o início da pandemia da Covid-19 (março/2020), intensificou suas ações emergenciais e humanitárias em benefício das famílias mais vulneráveis atendidas pela Instituição e por organizações parceiras. A LBV ainda tem mobilizado doações para atender os impactados pelas calamidades que têm atingido diversas regiões do país nos últimos meses.

 

Doe pelo site (www.lbv.org.br) ou via pix: (pix@lbv.org.br). Saiba mais sobre o trabalho da Instituição acessando o perfil @LBVBrasil no Instagram e no Facebook.

Postar um comentário

0 Comentários