Governo do Estado do Rio de Janeiro mobiliza força-tarefa para chegada de equipamentos a Petrópolis

O Governo do Estado, por meio das secretarias de Infraestrutura e Obras, das Cidades e de Ambiente, montou uma grande força-tarefa desde a madrugada desta quarta-feira (16) para disponibilizar a chegada de equipamentos para atuarem na desobstrução das vias de Petrópolis. Até o momento, já estão em operação os seguintes equipamentos: 37 picapes, 39 retroescavadeiras, 20 caminhões pipas, 5 escavadeiras hidráulicas, oito bobcats, duas vans, três muncks, três caminhões pranchas, 41 caminhões basculantes e nove vacall. Há a previsão da chegada de mais maquinários ao longo do dia



Fotos: Felipe Carvalho.

O governador Cláudio Castro e o secretário de Infraestrutura, Max Lemos, estão desde a noite desta terça participando das ações de apoio ao município. "Cancelamos todos os compromissos desta semana para dar total apoio a Petrópolis. Já mobilizamos todas as secretarias, em especial às que possuem maquinários de grande porte, para limpar as vias da cidade o mais rápido possível, facilitando o socorro às vítimas e a passagem de insumos emergenciais", afirmou o governador.

De acordo com o secretário Max Lemos, todos os equipamentos da Secretaria de Infraestrutura e Obras estão à disposição da cidade. "Mobilizamos toda a nossa equipe para apoiar a Prefeitura de Petrópolis nesse momento. Estamos focados na desobstrução das vias e, para isso, temos centenas de equipamentos já circulando pela cidade para socorrer as áreas mais afetadas. Tem mais maquinários chegando ao longo do dia para amenizar a situação. Seguiremos à disposição da população de Petrópolis, conforme determinação do governador", declarou Lemos.

Milhões investidos em prevenção e moradia

Outra ação importante do Governo do Estado em apoio à Prefeitura de Petrópolis diz respeito à contenção de encostas. Na semana passada, a gestão municipal e a Secretaria de Infraestrutura e Obras realizaram a primeira reunião para traçar estratégias para obras de contenção de encostas na cidade. Esse trabalho será intensificado para definição das prioridades e intervenção imediata.  

Além disso, entre as ações de prevenção a desastres na Região Serrana, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras vem investindo quase R$80 milhões só em obras de contenção de encostas em Friburgo. No município de Teresópolis também há obras preventivas em andamento, como as intervenções de contenção no bairro Salaco (R$7,8 milhões) e contenção e drenagem de Jardim Féo/Espanhol (R$49 milhões).

Em relação à entrega de moradias e pessoas que vivem em área de risco ou foram vítimas da tragédia de 2011, desde que o Programa Casa da Gente foi criado em setembro do ano passado, a cidade de Petrópolis foi eleita como uma das contempladas para receber 340 unidades habitacionais para sanar parte do passivo da tragédia de 2011. A previsão é de que as moradias sejam erguidas em três localidades: Mosela, Itaipava/Benfica e Vale do Cuiabá. A secretaria de Infraestrutura fará ainda um novo estudo para a identificação de novos terrenos e unidades.

A Região Serrana será contemplada ainda com mais 748 unidades habitacionais, sendo 128 em Sumidouro, 120 em São José do Vale do Rio Preto e 500 em Teresópolis.

Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br

Postar um comentário

0 Comentários