5 dicas para se preparar para a volta às aulas em 2022

                                            

Além de retomar a rotina de horários, também é preciso se preparar para o contexto de aumento no número de casos de covid-19

Voltar à sala de aula depois do período de férias escolares é um desafio para estudantes e familiares em qualquer ano. Mas, em 2022, as adaptações na rotina são ainda mais necessárias. Uma nova onda de contaminações por covid-19 deve causar impactos no retorno das escolas para o ano letivo. Mesmo assim, educadores avaliam que é muito importante que crianças e adolescentes continuem frequentando as aulas. Algumas dicas podem ajudar a tornar esse retorno menos estressante e mais produtivo.

  1. Tenha uma rede de apoio

Contar com o apoio de familiares e amigos é muito importante para qualquer pessoa se sentir mais segura e confiante. O mesmo vale para os estudantes. De acordo com o coordenador do Ensino Médio do Sistema Positivo de Ensino, Wilson Galvão,  esse apoio é uma ferramenta fundamental para ajudar neste momento de incertezas sobre a pandemia. “A família precisa preparar os jovens para a retomada das aulas, mesmo em meio à alta no número de casos. A vacina traz alguma segurança para o convívio social nessa nova fase, mas os cuidados, como o uso de máscaras e do álcool em gel, seguem sendo muito importantes.”

  1. Comece a adaptação ao horário uma semana antes

Quem estuda de manhã pode ter mais dificuldade para voltar à rotina de horários depois das férias. Acordar cedo nem sempre é fácil. Por isso, é importante acostumar o corpo a entrar em atividade o quanto antes, começando até uma semana antes de as aulas começarem. “Uma boa estratégia é programar o despertador para tocar uma hora mais cedo a cada dia, até chegar ao primeiro dia de aula”, aconselha Galvão.

  1. Fique de olho na rotina

Entrar novamente em uma rotina diária nunca é simples. Por isso, vá com calma na hora de retomar os estudos para evitar a ansiedade e a sobrecarga mental. “Tente retomar de forma gradativa, de preferência se programando com antecedência para conseguir ter momentos de estudo, de organização, de lazer e de convívio com a família e os amigos”, aconselha Galvão. Outra dica é manter o restante da rotina saudável, para além da sala de aula. Uma boa alimentação é indispensável, assim como a prática de atividades físicas e uma rotina adequada de sono.

  1. Revise, revise, revise

Um novo ano escolar é uma nova oportunidade para melhorar os processos de aprendizagem. E algumas práticas são muito úteis para fixar melhor os conteúdos e garantir uma jornada de estudos mais tranquila ao longo do ano. As revisões constantes do que está sendo abordado em sala de aula são uma boa pedida. “Sempre que tiver qualquer dúvida sobre o conteúdo, pergunte ao professor. Ele está ali justamente para te ajudar a encontrar um caminho para absorver os conhecimentos”, lembra o especialista do Sistema Positivo de Ensino.

  1. Escolha o modelo de estudo mais adequado para você

Antes de 2020, frequentar a escola era uma rotina automática para a maior parte dos estudantes. Depois da pandemia, porém, muitos jovens precisam adaptar os próprios hábitos para conseguir estudar. Segundo o educador, em 2022 não vai ser diferente e será necessário esforço e dedicação aos estudos. “A tecnologia é uma aliada importante neste momento, como vem sendo ao longo dos últimos anos. Usar os recursos tecnológicos disponíveis para estudar é fundamental para otimizar o tempo e melhorar a aprendizagem”, finaliza Galvão.

________________________

Sobre o Sistema Positivo de Ensino

É o maior sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversos componentes, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltadas à educação.

Créditos: divulgação


 

Postar um comentário

0 Comentários